Caminhando com a montanhista Junko Tabei no outono de Urabandai | はあとふる・ふくしま

loader
はあとふる・ふくしま

Caminhando com a montanhista Junko Tabei no outono de Urabandai

2011/11/07
 

Especialmente num momento como este, vamos movimentar o corpo e andar no meio da natureza!
Ao nos colocarmos em meio à natureza, lembramos que somos parte dela




A Associação de Bem-Estar Social de Ookuma-cho, o Centro de Voluntários de Suporte à Vida Cotidiana “Tsunagappe! Ookuma” e a montanhista Junko Tabei, representando a organização sem fins lucrativos Himalayan Adventure Trust do Japão (HAT-J), organizaram a atividade “Vamos caminhar com Junko Tabei! – O Urabandai no outono”, que foi realizada no dia 18 de outubro (ter) com bom tempo em Urabandai.

▲Em Urabandai, coberto por árvores com folhas que mudam de cor, os momijis também brilham ▲“Vamos de ônibus do Museu da Província de Fukushima-ken até Urabandai. Andaremos da entrada Goshikinuma até a estação de Bandai-Kogeki. Ali, almoçaremos. Encerraremos voltando até o museu.” Os participantes ouviam com atenção às explicações sobre o programa.

“Especialmente num momento como este, queria que as pessoas saíssem para movimentar o corpo e andar no meio da natureza ”, revela a sra. Tabei.
No dia da atividade, participaram 40 pessoas de Ookuma-cho. Pode-se dizer que todo ano a atividade é diferente, e este ano também o cenário de Urabandai no outono estava esplêndido, com tons de vermelho, amarelo, e laranja das árvores de folhas que mudam de cor e caem no frio (caducifólias) que se misturam com as árvores de folhas espinho, como os pinheiros, que se mantêm verde o ano todo.

Da entrada de Gojikinuma até a estação de Bandai-Kogeki, cerca de 3,7 km foram caminhados pelos participantes, os quais revelaram que
“Na área ao redor dos abrigos, anda-se em silêncio. Hoje, ao andar contemplando lindas paisagens que mudavam de cor, fiquei muito feliz.”,
“Fazia tempo que não andava num caminho de terra. Não cansa quando andamos em caminho de terra, né? Me senti muito bem.”,
“Aproveitei até o som dos riachos e o cheiro das folhas caídas.”,
“Andando devagar dá para perceber várias coisas, né?”
em meio a outros comentários feitos todos com um sorriso no rosto.

▲Além do bosque esmeralda podia-se ver um azul cobalto do riacho, e pela floresta adentro se espalharam as vozes admiradas de todos. ▲A participação foi gratuita. Almoço e chá foram providenciados pela organização.
Após andar bastante durante cerca de uma hora, o almoço estava delicioso.


“Quando ficamos imersos na natureza, podemos ver o círculo da vida que se estende desde as montanhas até o mar, e lembramos que nós também somos parte da natureza. Passamos a compreender diversas coisas como o fato de que fomos contemplados com a chance de viver. Esta é uma das maravilhas de andar pelas montanhas.”, ensina-nos a sra. Tabei.
A caminhada pela natureza desta vez nos proporcionou pequenas alegrias de outono como ver a videira akebi madura, os frutos vermelhos da mamushigusa, gumi, entre outros.
Os participantes levaram esse sentimento de alegria como lembrança, e dentro do ônibus na viagem de volta podia-se ver que estavam todos muito satisfeitos com a experiência, demonstrando muita gratidão pelos organizadores e grupos ligados ao evento.

この記事が気に入ったら
いいね!しよう